sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Para ser mais criativo - parte 1

Caderno de bolso de D. Pedro II
Se você acha que o seu problema é a falta de criatividade para encontrar temas sobre os quais escrever, há certas atitudes que você pode tomar a fim de melhorar esse "bloqueio". A primeira delas é criar o hábito de escrever todos os dias - sobre qualquer coisa! Tenha um caderno para rascunhos, no qual você se sinta livre para escrever, desenhar ou colar o que bem entender. Faça listas de palavras, descreva lugares onde você já esteve... Ao carregar o caderno sempre com você, recorrendo a ele toda vez que der na telha, fica mais fácil de registrar ideias e pensamentos. E quando você se sentir vazio, sem inspiração, é lá que você deverá procurar.

Não há escritor famoso que não tenha uma história sobre seu caderno de anotações para contar. Não precisa ser um Moleskine com capa de couro; um pequeno bloco pode servir muito bem. O único limite para você deve ser o tamanho das páginas. Não escreva no caderno pensando no que os outros vão pensar; ele deve ser construído apenas para você, como fonte de ideias que lhe permitirão refletir sobre seus pensamentos, fraquezas, e analisar como você pode seguir evoluindo.

Mesmo que seu objetivo não seja o de se tornar um escritor ou artista profissional, é possível que você se beneficie do hábito de manter um diário de notas como estratégia terapêutica - muitas vezes, uma forma de desabafar com um "amigo".

---
Para se inspirar, dê uma olhada nos incríveis "rascunhos" dos cadernos de Guillermo del Toro (diretor de "O Labirinto do Fauno" e "Hellboy"): Blog Dr. Caligari.

Nenhum comentário:

Postar um comentário